março 04, 2010

Overdose

Qualquer dia desses, vou ter uma overdose de polenguinho.

Parando para pensar .. posso ter uma dose extra de Galetos, como bem lembrou Laura, ou surtar de tanta Coca Zero pelo corpo. Talvez babar verde se não encontrar Corpus Light de Ameixa. Ou me jogar da ponte se não rolar aquele pão preto light.

Talvez eu seja como cachorro. Tenho aquela raçãozinha básica que faz feliz. Você vai lá, come e sorri. Barriguinha cheia sempre faz feliz.

Falando nisso .. coisa irritante ir ao supermercado e não ver as etiquetas de preço no lugar certo. Antigamente, vinha aquela etiquetinha de papel em cada produto. Sim, dou desse tempo. A "mudernidade" trouxe o código de barra e com ele uma dificuldade enorme de saber o preço das coisas.

No último fim de semana fui ao supermercado e enquanto estava lá empacotando minhas coisas o mocinho da caixa virou-se e disse:

- Olha o meio ambiente, hein?

Meio ambiente de cu é rola, ô palhaço. O Chico Mendes da esquina quer me dar lição de moral aquela altura do campeonato? Vou usar quantos saquinhos que eu quiser e não me amole. Manda o seo Abílio Diniz fazer sacolinha de papel de graça e me dar porque eu sou cliente Mais. Isso mesmo, cliente preferencial.

3 comentários:

Laura disse...

E de galetos!

Roberta disse...

Às vezes, receio uma overdose de coca zero.

Damine disse...

Menina!
Sobre o meio ambiente, escrevi um post esses dias a respeito.

Palhaçada! Nêgo constroi casa de garrafa pet, mas usa balão na inauguração... e ainda querem me encher o saco por causa de 20 minutos de banho quando lavo a cabeça e outras coisitas.

E sou totalmente a favor dos supermercados disponibilizarem sacos de papel, afinal, o preço da embalagem já está embutido no preço dos produtos que compramos.