setembro 25, 2007

Tropa de Elite, enfim ...

O que falar do badalado filme depois dessa mega-over-super exposição?

Nem o aquecimento global passou tanto tempo nos meios de comunicação... Confesso que já enchi. E não vi cópia pirata e nem vou ver porque sou radicalmente contra a pirataria. Podem reclamar e dizer que o ingresso é caro, podem me xingar de tudo, mas sou anti-pirata, anti-carteira de estudante e anti-tudo aquilo que signifique dar um jeito de burlar a lei.

No meu gene caboclo-mestiço-negro-índio-branco faltou o cromossoma do jeitinho. Não ando na ciclovia (a não ser que esteja em uma bicicleta), não jogo lixo no chão, não depredo nada que é público, não furo fila ... Sou chata? Pode ser. Sou velha? Pode ser também .. não acho que esse tipo de comportamento vá mudar o panorama das coisas.

Cinema é caro? É. Show é caro? É. Mas meia-entrada é direito de quem estuda. Filme pirata, gato-net e outros gêneros são formas de jogar o seu custo sobre outra pessoa. Se você não paga a sua Net, um outro otário (como eu!) paga em dobro.

No caso do filme pirata a questão é outra.

Um comentário:

Renato Bueloni Ferreira disse...

Assino embaixo tudo que vc disse e concordo integralmente. Procuro agir da mesma forma e assim dormir com a consciência tranquila de faço minha parte.