janeiro 19, 2007

Why, god?

Porque é uma palavra que não existe no meu vocabulário. Eu não procuro entender as bizarrices do mundo. Eu as vejo, as observo. Mas não faço análises. Seria vã filosofia. Mas diante da notícia de que o estilista Ronaldo Ésper foi preso em FLAGRANTE roubando vasos de um túmulo em São Paulo é quase que muito inevitável que eu me pergunte why.

Why, my god?

Nosso amigo Ésper não conhece as floriculturas ou as lojas de R$ que vendem vasos tão belos quanto os que decoram os lares dos que já foram???

Sinceramente ...

Um comentário:

Aztronauta disse...

Nara, eu diria que é o gosto pelo proibido. Minha mãe iria falar que é falta de vergonha na cara e que uma boa surra resolvia rapidinho. Já minha avó diria que os tóxicos é que tão acabando com a vida de um "menino" tão bonito... É só escolher qual opção vc prefere...