novembro 28, 2003

Celebridades

A ação está escondida no ainda não descoberto “Pânico na TV”, que vai ao ar aos domingos na Rede TV!, mas é a melhor crítica ao culto à celebridade de 15 minutos já produzida pela TV. O Repórter Vesgo — um dos muitos personagens criados pela turma do “Pânico” — vai às festas, sempre em São Paulo, com a disposição de derrubar todos aqueles que “fazem presença”. É para morrer de rir. Na festa de Sula Miranda, por exemplo, em que todos os convidados vestiam-se de cor-de-rosa (!!!), ele entrevista Jean Massumi, ex-BBB3, deixando claro que não faz idéia de com quem está falando. É constrangedor para a “celebridade” e divertidíssimo para o espectador. Em outra festa, ele dá o microfone para a filha de Helô Pinheiro (como é mesmo o nome dela?) e faz a pergunta crucial: “Você é famosa por quê?” Ninguém sabe o que responder, mas ninguém perde a chance de se dirigir para uma câmera. Um clássico instantâneo.

Esse é Artur Xexéo no jornal O Globo. E quem não vê esse repórter vesgo não sabe o que está perdendo. É hilário. Porque esse lance de ser celebridade está descontrolado. Viram Núbia Ólive fazendo ultrasonografia ao vivo no programa do Leão na Band?

Quem é Núbia? Quem foi? O que fez? O que a gravidez dela tem que as outras não?

Um ex-putinha em decadência que se presta a esse papel merece o que? E a emissora?

Sei não ... mas é grave a crise.

Essa mesma Núbia daqui a pouco vai dizer que a "imprensa está invandindo a privacidade dela".

Apostam?

Um comentário:

Mauricio Branco disse...

Gostaria de seu endereço e telefone para te mandar um convite.Por favor mande para branco_mauricio@yahoo.com.br Abraço