novembro 19, 2009

Vida injusta

Tá um calor de bode na rua e tudo que eu quero agora é uma cerveja beeeeem gelada. Quero também sentar ali na praia olhando sem aquele mar de gente feia e esquisita enchendo o saco. Não sei se quando eu era mais nova não prestava atenção em nada e achava tudo normal. De uns tempos pra cá percebi que a praia é um lugar que é tudo menos tranquila. É uma gritaria do cacete. Só durante a semana você consegue sentar na cadeirinha e olhar aquele marczão azul sem ser importunada por um "açaííííííí´" ou "áááááágua".

Praia pode ter lei do silêncio?

E cerveja bem que podia ser assim .. como água ... engorda pra que?

Acho uma sacanagem as coisas boas da vida darem um baita prejuízo estético. Vida injusta.

5 comentários:

..bee.. disse...

E cerveja bem que podia ser assim .. como água ... engorda pra que? [2]

coooooooooooooom certezaaa!!! hehehehe

Idiota disse...

Passei pra convidar a visitar nosso espaço, o Cagada de Urubu.
Agora temos até um correspondente internacional.
http://cagadadeurubu.blogspot.com

Só pra você ter mais um lugar pra visitar e perder mais tempo no computador.

Carmen disse...

Kkkkkkkk, adooooorei esse comentário mau humorado, porém realíssimo, kkkkkkkkk

Natália disse...

"será que tudo que eu gosto é ilegal, é imoral ou engorda...?"

Lucienne Condé disse...

Antigamente tinha uma lei que não podia fazer barulhos, correr ou gritar nas praias. Se duvidar ela ainda existe, tá na hora de fazê-la "pegar".