julho 03, 2009

Bom, né?

Juro que eu tentei ir ao chope. Mas cheguei em casa com um pouco de febre, ouvido doendo e dentes latejandos. Sim, eu apertei o aparelho. E toda vez que aperto tenho 72h de horror. Fico praguejando e me perguntando .. por que? por que? por que?

Deitei e fui ver A Grande Família com participação especial do Roberto Carlos. Pensando bem. Melhor não ter ido ao chope. Por que? Ando numa fase anti-gente. Ou melhor, nunca gostei de gente. Detesto gente que abraça, que sente saudade toda hora, que te pega, que não te vê há anos e quando te olha acha que praticamente dormiu contigo. Sinto que terei um futuro triste. Mais rabugenta, mais antipática, mais ranzinza. Tô fu...

Ainda vi um pouco do jogo do Cruzeiro x Grêmio, mas a cabeça dóia tanto que apaguei a luz e fui dormir. Acordei às 8h com a quebradeira do apartamento de cima. Aquele mesmo que manchou minhas paredes recém pintadas. Para o dia nascer ainda mais feliz, toca interfone: "Bom dia. Vamos desligar a água agora".

Ok. Banho no banheiro da área, naquele chuveiro que não esquenta água e que joga água para tudo que é lado. Bom, né?

2 comentários:

Roberta disse...

Vc não gosta de gente mas gosta de mim, né? Eu te abraço mesmo, nem adianta resmungar.

Elga Arantes disse...

Adoro gente!
Adoro "gente que abraça, que sente saudade toda hora, que não te vê há anos e quando te olha acha que praticamente dormiu contigo".
Mas compartilho com vc o ódio por gente que te pega, que cutuca. Odeiooo. Alguma coisa em comum, né? Tava fivando preocupada se éramos da mesma espécie.
Rs.
Gostao da franqueza cortante daqui.