junho 09, 2008

Ah! Sempre Edmundo...

Achei quase um milagre o timeco do Vasco ter chegado à semifinal da Copa do Brasil. Foi quase como na música daquele rapaz que antigamente parecia uma beringela. Quando dei por mim
o Vasco estava quase na final. Eu relutei em ver o jogo porque sou fiel aos meus princípios e só voltarei a torcer com ganas pelo time quando Ladrão Miranda morrer. Porque por vias normais acredito que nunca mais ele deixe a presidência do clube. Ele e Renan Calheiros deveriam ser motivo de estudo antropológico. Mas sabe como é ... eu gosto de futebol, gosto do Vasco e lá fui ver o tal jogo contra o Sport. Aos trancos e barrancos - literalmente - o time conseguiu ganhar. De bom, hoje, o Vasco só tem o goleiro e alguns rompantes do Wagner Diniz. No mais .. Jesus
me abane. O time é ruim de doer os ossos. Jean é banco? Pode. Não pode. Mas não vou entrar em detalhes e muito menos em análise tática.

O jogo foi para a disputa de pênaltis .. tudo que eu não queria ver numa quarta à noite. Porque
eu já ia dormir tarde e com as penalidades o horário ia se tornar mais penoso. E lá vai Edmundo cobrar o primeiro penalti. E ali mesmo eu desliguei a TV e fui dormir. Porque já sabia que nem próxima ao gol ela iria passar - como não passou.

Desde que perdeu o penalti na final do Campeonato Mundial em pleno Maraca, Edmundo
deveria ter sido banido dessa função. A capacidade dele de perder penalti só não ganha do argentino Palermo. Porque até hoje Edmundo não conseguiu perder 3 num jogo só. Se fosse instituído uma multa a cada penalti perdido, Edmundo pagaria todas as dívidas do Vasco.

E como se não bastasse, no dia seguinte ele dá piti, raspa a cabeça e diz que vai largar o futebol.
E se o Vasco fosse um time sério, deixaria ele ir. Mas não. O Vasco anda tão patético, que torcedores (sic!) em solidariedade a Edmundo, rasparam a cabeça também.

É triste ver toda a história e tradição de um clube centenário como o Vasco virar piada na mão
de um ladrão mafioso. Eu fico triste. Não perco horas de sono por isso, mas fico triste. E espero que nas próximas cobranças de penalti, o Animal peça para fazer xixi e suma do campo.

Um comentário:

Paty Maionese disse...

Como eu e futebol não nos damos bem, acabei nem lendo o post.
Nada como uma leitora sincera.