abril 28, 2007

Dia de princesa

Hoje tive meu dia de princesa. Fiz as sobrancelhas e depois a unha. Não diria que saí do salão uma nova mulher porque continuo a mesma de sempre. Fui até a Americanas ali perto da General Osório. Que muquifo! Detesto Americanas muquifada. A melhor continua sendo a de Laranjeiras. A que ali perto da Aníbal é de chorar. Parece o Saara compacto. Tudo amontoado, uma vergonha. Essa Express ali da General Osório tava toda zoneada, faltando produto.

Assim não dá, né. Porque a Americanas é o templo do consumo inútil. Você sempre entra eli precisando de nada e sai cheia de coisa. Porque é tudo assim baratinho, tudo muito inútil mas muito necessário. Não gosto de entrar em lojas desarrumadas. É o meu lado toc mais poderoso.

E aquela loja que tá com a música nas alturas e você entra querendo uma informação e tá aquela brulheira infernal e os vendedores nem aí ... cantam, sacolejam e você lá se esforçando para comprar.

Esse tipo de loja não vê a cor do meu dinheiro porque antes de ir ao caixa eu já matei dois. Vamos combinar que loja não é boate. Loja é para ter aquela musiquinha ambiente, para te deidar relaxado, querendo comprar alguma coisa. E não querendo sair dali correndo.

Terminada minha saga na Americana, onde comprei um faqueiro. Isso. Comprei um faqueiro. Não vou casar e comprei um faqueiro. Isso é permitido na Constituição Brasileira. Agora eu tenho um faqueiro e tô me sentindo assim uma mulher completa. Nem sei como consegui viver tanto tempo sem um faqueiro. Fala sério. Agora vou limpar talher por talher e guardar tudinho. Aos poucos eu monto meu enxoval. Porque eu posso ter um enxoval sem casar. É permitido na Constituição Brasileira.

2 comentários:

Anônimo disse...

Poxa.Comprar um faqueiro é tudo. Se cuidar e cuidar da vida é algo que se deve fazer independente se vamos casar ou não.
Estou passando por uma fase trash: minha mãe quer me casar, a qualquer custo. Por isso não compro faqueiro, nem saleiro, nem lençol de cama. Enxoval?.Aí que medo.
Parabéns pelo blog. Muito bom mesmo.
Beijos e boa semana!!
Kukla

Edna disse...

hahahahaha, achei esse post muito bom, concordo com tudo que você falou!
Sempre venho aqui dar uma espiada no seu blog, mas nunca comentei, então, muito prazer!
Digo-lhe que ganhei um faqueiro quando casei...quer dizer, ganhei alguns, mas um deles é meu preferido...naquelas maletas, de prata, um luxo só e sei que custou o olho da cara.
Também limpo tudo, muito bonitinho, mas usar...hehehehe...poso contar nos dedos às vezes que ele saiu da caixa.
Mas não importa, me sinto chique por ter um faqueiro.