julho 16, 2005

Daslu

Nada contra. Acho que se há público, que venda!

Não tenho esses dramas de consciência de achar que só porque o Brasil é um país de 3º Mundo tudo tem que ser voltado para a pobreza. Há ricos no Brasil. Se há ricos, há luxo. Daslu gera emprego, renda, importações, manchetes de jornal e se lá uma calça custa 7 mil, foda-se. Eu não vou comprar. Compra quem pode.

Agora .. achar que por conta disso a dona Daslu não merece cana porque sonega imposto. Errado. A Daslu não é a encarnação do mal. Muito pelo contrário. É um comerciante que soube explorar bem um filão. O que não pode, por conta disso, é ela ficar isenta da aplicação da lei só porque vende o luxo. Errou, tem que pagar.

Caixa dois todo mundo tem. E tem que ter porque a carga tributária brasileira é insana. Mas até pra sonegar, fofa, há de se ter competência.

2 comentários:

Aztronauta disse...

Concordo que tem que se ter competência para sonegar. Mas isso prova que nem todo sacoleiro é pobre... Pq o que ela fez é quase o que os camelôs que vão ao Paraguai comprar muamba fazem...

Euduardo disse...

Podes ter toda a competência do mundo, mas segundo máxima popular: "O diabo ensina a fazer a panela, mas a tampa, neca de pitibiriba", um dia a casa cai, mesmo sendo zerinho como a da Daslu.
Trocadalho infame:

Me DAS LUcro, muito lucro!!!!
(Eliana Tranchesi)